António Fernandes Aleixo faria hoje 122 anos…

No dia 18 de Fevereiro de 1899, nasce António Aleixo, na freguesia e concelho de Vila Real de Santo António.
Com tenros sete anos de idade vem residir para Loulé, e aos oito começa a aprender as primeiras letras.

Poeta, cauteleiro e guardador de rebanhos, cantor popular de feira em feira pelas redondezas de Loulé, é um caso singular na poesia nacional.

A sua obra foi pautada pelo tom dorido e irónico, crítica social e um pouco puritano de moralista com que aprecia os acontecimentos e as ações dos homens.

Possuidor de uma rara espontaneidade, de um apurado sentido filosófico e notável pela «capacidade de expressão sintética de conceitos com conteúdo de pensamento moral», tinha por motivos de inspiração desde as brincadeiras dirigidas aos amigos até à crítica sofrida das injustiças da vida.

António Aleixo conseguiu trabalhar as palavras ultrapassando a sua formação académica bastante rudimentar e as múltiplas limitações da sua saúde vacilante.

No ano de 1943 lança o seu primeiro livro, e surge um agravamento do seu estado de saúde devido à tuberculose que o obriga a diversos internamentos, até que aos 50 anos em 1949 acaba por partir…mas o Poeta fica.

©2021 Fundação António Aleixo por Super8

 

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?